Av. Eduardo Sá, 50, Eusébio – CE – 61760-000 | 85 3260-1258

Projeto cria o Dezembro Vermelho para o enfrentamento do HIV/AIDS

  • 14 de janeiro de 2019
Vereador França

A Câmara Municipal de Eusébio aprovou o projeto de indicação número 039/2018 que institui o “DEZEMBRO VERMELHO”. A proposta, de autoria do Vereador França, quer incluir a atividade no Calendário Oficial de Eventos do Município de Eusébio, para marcar o período como mês de enfrentamento do HIV/AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Conforme a proposta, serão realizadas anualmente durante o mês de dezembro, atividades e mobilizações direcionadas ao enfrentamento do HIV/AIDS e outras DST, com foco na conscientização, prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas vivendo com HIV/Aids, no âmbito do chamado Dezembro Vermelho.

O parlamentar quer que mediante a participação direta e critérios dos gestores, sejam desenvolvidas atividades em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) de modo integrado com os demais poderes como forma de contribuir para a resposta à epidemia incluindo, dentre outras ações: iluminação de prédios públicos com luzes de cor vermelha; promoção de palestras e atividades educativas; veiculação de campanhas de mídia; e realização de eventos.

França justifica sua proposta, destacando que o Dia Mundial de Luta Contra a Aids ocorre em 10 de dezembro, mas o mês inteiro poderá ser dedicado a atividades direcionadas ao enfrentamento do HIV/AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Ele observa que o número absoluto de novos casos de Aids no Brasil aumentou, em tendência contrária ao que se registra na média mundial.

“Dados divulgados em julho do ano passado, pela UNAIDS, órgão das Nações Unidas para com a epidemia, apontam que o total de novas infecções a cada ano no Brasil aumentou em 3%. No mundo, essa taxa sofreu contração entre 11 %. Então o Dezembro Vermelho visa a incorporação, no município de Eusébio, de um conjunto de ações para a prevenção do HIV/AIDS, bem como para fomento à assistência”, complementou.