Av. Eduardo Sá, 50, Eusébio – CE – 61760-000 | 85 3560-1158 | 85 3260-1258

Vereador Henrique do Timbú quer oficializar rua com o nome de Alfredo Guerreiro

  • 6 de julho de 2017
_MG_9009

O vereador Henrique do Timbú apresentou o projeto de decreto legislativo 023/2017 que oficializa a denominação de Rua Alfredo Guerreiro uma artéria do Município de Eusébio, no bairro. Atualmente a rua em questão tem o nome de Rua São José, que não está oficializada. O vereador apresentou a proposta a pedido dos moradores da rua que afirmam já existir uma Rua São José localizada ao lado do Clube dos Cabos e Soldados da Polícia Militar, situada na Estrada do Fio.

“A sugestão do novo nome é uma homenagem póstuma ao ilustre comerciante Alfredo Guerreiro, tendo em vista os seus excelentes serviços em prol da educação de várias pessoas, formando cidadãos de bem, que hoje exercem diversos cargos nos municípios de Fortaleza, e aqui no Eusébio”, observa o vereador em sua justificativa

Biografia

O senhor Alfredo Guerreiro Lima, nasceu no sítio Volta, distrito de São João do Jaguaribe, município de Limoeiro do Norte- Ceará, em 15 de outubro de 1911, tendo como pai, o senhor José Guerreiro de Sousa Lima e como mãe, a senhora Francisca Moreira de Sousa Galvão. Ele contraiu matrimônio com a senhora Nery Chaves Lima em 23 de junho de 1934, com a qual teve seis filhos: José Uri Chaves Lima, Maria Alnery Chaves Lima, Maria Alderi Chaves Lima, Raimundo Valderi Chaves Lima, Francisco Adauri Chaves Lima, e Pedro Ary Chaves Lima, constituindo uma família unida e harmoniosa.

Iniciou sua vida na atividade agropecuária desde a sua adolescência no sítio Volta, no início dos anos quarenta mudou-se para São João do Jaguaribe onde fixou um estabelecimento comercial. No ano de 1957 foi residir na cidade de Limoeiro do Norte, na Rua Coronel Malveira onde empreendeu um grande comércio no ramo atacadista, se destacando mais na venda de insumos agropecuários, onde era bastante procurado pelos pecuaristas da região, ansiosos por orientações quanto à utilização de medicamentos veterinários.

No ano de 1958 comprou a fazenda Flores do senhor Edilson Gurgel, no município de Alto Santo, onde explorava as atividades agropecuárias, cujo gerente era o senhor José Vitor Chaves, casado com a sua sobrinha conhecida por Santinha. Foi sócio fundador da cooperativa Agropecuária de Limoeiro do Norte, sócio da Associação

Cultural de Limoeiro do Norte; foi o responsável por muitos anos pelo funcionamento do cartório do Sr. Sebastião; e foi condecorado com a medalha de honra ao mérito, pelo prefeito municipal José de Oliveira Bandeira (Careca) no ano de 1997 em homenagem às cem famílias agraciadas, por ocasião da comemoração do centenário do município.

Em meados dos anos 80 o senhor A1fredo Guerreiro deu baixa no comércio, e a partir de então passou a viver como aposentado, sendo que a partir dessa época, devido maior disponibilidade de tempo e de recursos, o senhor Alfredo Guerreiro passou a acolher muitos estudantes carentes em sua residência, em Limoeiro do Norte, parentes ou não, com o propósito de ajudar a quem tivesse o interesse em se desenvolver como ser humano.

E dessa ação louvável e de caráter extremamente humanitário, de dar comida e abrigo sem nada pedir em troca, muitos souberam aproveitar dessa oportunidade, e conseguiram ingressar no ensino superior na capital do estado, Fortaleza. Hoje temos cidadãos exercendo diversas profissões nos municípios do Eusébio e de Fortaleza, graças aos esforços e generosidade de um homem simples de coração generoso, e de alma nobre.

O senhor Alfredo Guerreiro Lima, após cumprir sua honrosa missão aqui na terra perante a Deus, faleceu no dia 23 de janeiro de 1997 em sua residência, na companhia de sua família, na cidade de Limoeiro do Norte.